sábado, 31 de maio de 2014

Vazio - Poema de Dante Milano






O pensamento à-toa

Que se perde no espaço.
E além, sem deixar traço
De si, o olhar que voa.

Um invisível fio.
O equilíbrio de uma ave
Na vertigem suave
Do voo no vazio.

Sob a aparente calma,
Esta inquieta, esta aflita
Vacuidade infinita
Para o respiro da alma...


Dante Milano 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

PENSAMENTO - A felicidade é ....





"A felicidade é como uma gota de orvalho numa pétala de flôr, brilha tranquila. Depois de leve oscila e caí como uma lágrima de amor …”
Tom Jobim


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Estrela da tarde - Poema de Ary Santos




Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca tardando-lhe o beijo morria.
Quando à boca da noite surgiste na tarde qual rosa tardia
Quando nós nos olhámos, tardámos no beijo que a boca pedia
E na tarde ficámos, unidos, ardendo na luz que morria
Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia.

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça
E o meu corpo te guarde.
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria
Ou se és a tristeza.
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza!

Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram
Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram
Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram
E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram.
Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram
Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam
Era a noite mais clara daqueles que à noite se deram
E entre os braços da noite, de tanto se amarem, vivendo morreram.

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça
E o meu corpo te guarde.
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria
Ou se és a tristeza.
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza!

Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso se é pranto
É por ti que adormeço e acordado recordo no canto
Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto
Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto
Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto!


Ary dos Santos


Gorila

A história da Vida na Terra é uma história de extinções, estas extinções naturais ocorrem, no entanto, ao longo de períodos relativamente longos, permitindo a evolução de novas formas de vida. Muitos animais evoluíram e depois extinguiram-se e o seu lugar na natureza é então ocupado por outro grupo de animais. Isto não é o que acontece na actualidade, com a ajuda do Homem!

Penso que é importante ir sempre “passando” a mensagem da importância de preservarmos a Natureza, a vida selvagem, o ambiente, “O nosso magnifico Planeta”.


Hoje vamos conhecer um pouco melhor: O Gorila




Os gorilas compartilharem 98%-99% do DNA com os seres humanos e são os maiores primatas atualmente existentes.


Ordem: Primates
Família: Hominidae


Distribuição e Habitat :
Vivem em florestas tropicais ou sub-tropicais. Apesar da sua área de distribuição abranger apenas uma pequena percentagem de África, os gorilas distribuem-se numa grande variedade de altitudes.


Foto: animal-backgrounds.com


Os gorilas-de-montanha (Gorilla beringei beringei) habitam as florestas montanhosas do Albertine Rift, existendo entre os 2.225 até aos 4.267 m. Habitam uma zona restrita com cerca de 112.000 km² que compreende a extremidade oriental da República Democrática do Congo, da Uganda e Ruanda.


Foto: wikipedia


Os gorilas-do-ocidente moram em zonas ribeirinhas de floresta densa e pântanos nas terras baixas. Vivem numa área de cerca de 710.000 km² que compreende partes da Nigéria, Camarões, República Centro-Africana, Guiné Equatorial, Gabão, República do Congo, Angola e a extremidade ocidental da República Democrática do Congo.


Foto: wall.alphacoders.com


Identificação:
Um gorila adulto mede entre 1.4 e 2 metros de altura quando de pé, o macho pesa entre 140 e 300 kg e a fêmea que é bem menor pesa entre 70 e 110 kg. É capaz de levantar até 2 toneladas com os dois membros anteriores. Geralmente, locomovem-se em quatro patas. As suas extremidades anteriores são mais longas que as posteriores e semelhantes a braços, ainda são utilizadas também como ponto de apoio ao caminhar. A esperança de vida oscila entre os trinta e cinquenta anos. São considerados altamente inteligentes. Alguns indivíduos em cativeiro, tais como a Koko, aprenderam alguns sinais da linguagem gestual.


Foto: wall.alphacoders.com

Foto: wall.alphacoders.com


Hábitos e Alimentação:
Vivem em grupos (bandos) compostos por machos (apenas um, o mais forte, é o líder), fêmeas e seus filhotes. Os grupos podem ser pequenos, com 5 ou 6 animais, ou grandes, com mais de 30 indivíduos.


Foto: www.wallpaperslibrary.com


A sua dieta alimentar é, essencialmente herbívora, alimentando-se de frutas, folhas, brotos. Também por vezes comem insectos mas estes compõem menos de 2% do seu cardápio.


Foto: wikipedia_Pierre+Fidenci


Reprodução:
O acasalamento desta espécie não possui uma época do ano determinada. A fêmea do gorila gera apenas um filhote em cada gestação . A gestação dura oito meses e meio e normalmente a próxima gestação só ocorre três ou quatro anos depois o nascimento, tempo este que os filhotes convivem com a mãe. A maturidade sexual é atingida entre 10 e 12 anos pelas fêmeas e entre 11 e 13 anos pelos machos, podendo ser modificados estes anos com a vivência nos cativeiros.


Foto: hdwallpappers.com

Foto: 1ms.net


Estado de Conservação:
Ambas as espécies de gorila estão em perigo de extinção, estando consideradas criticamente em perigo. Têm sido sujeitas a intensa caça furtiva. As ameaças à sobrevivência dos gorilas incluem principalmente a destruição de habitat, guerras e mercado de carne de caça. Em 2004, uma população de algumas centenas de gorilas no Odzala National Park, na República do Congo foi essencialmente devastada pelo vírus ébola.

Foto: 1ms.net


Fontes e Fotos : Wikipédia; wall.alphacoders.com; www.wallsave.com; http://www.zoo.pt/; http://animal-backgrounds.com; http://hdwallpappers.com; http://www.wallpaperslibrary.com; http://1ms.net/ ; outros net


Foto: wall.alphacoders.com


É importante proteger, e preservar a vida selvagem e compreender a imensa importância que cada organismo têm, na complexa teia da Vida do nosso planeta.


terça-feira, 27 de maio de 2014

Uma rosa para alegrar o meu dia - Miminho da Amiga Ailime

Miminho oferecido pela amiga Ailime do blog "Palavras, simplesmente ..."





Minha amiga, muito obrigado pelo seu gesto de carinho, pela sua linda rosa e pela sua amizade sempre presentes.

Muitos beijinhos
Maria

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Papoilas Vermelhas em campos de amor ...


Hoje deixo para todos os que divagam comigo, um dos muitos belissimos poemas do poeta Ricardo - Águia Livre,  do blog " Pensamentos e Devaneios - Águia Livre ".




Papoilas vermelhas em campo de amor ...



Papoilas vermelhas em campo de amor
Plantas de paz florescem finas, sadias
Beijos dados no silêncio do beija-flor
Procurando em suas pétalas mais-valias

São flores campestres, ricas, perfumadas
Que prendem o coração do pensamento
Aos sonhos, caricias de amor, destinadas
Dançam nos campos melodias ao vento

Campos florescidos, papoilas seu adereço
Paz e felicidade, transmitidas de apreço
Germinam em amor, harmonia, comunhão

Tão frágeis em dança de amor e vivência
Unem-se vermelhas, afectos na existência
Encantadoras no bailado e paz de gestação

Ricardo Águia Livre



O Ricardo é um poeta incrível que escrevendo com alma consegue tocar o coração de todos os que lêem a sua poesia. Em abril passado lançou o seu primeiro livro de poesias "Pensamentos e Devaneios" para o qual eu desejo o maior sucesso.

Visitem o seu maravilhoso cantinho onde a poesia nos envolve completamente dando-nos asas para levantar voo e sonhar.   




Meu amigo poeta,  muito obrigado por me ter autorizado a publicar o seu poema e por todos os maravilhosos momentos que me oferece quando leio a sua poesia.

Beijinhos
Maria

"Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas."(Federico lorca)

domingo, 25 de maio de 2014

VIAGEM A ITÁLIA - PÁDUA



Na minha viagem por Itália já mostrei MILÃO e VERONA, a nossa paragem seguinte foi PÁDUA. A visita foi curtinha mas aqui deixo o que vi. Pádua, localiza-se na região do Vêneto e é conhecida internacionalmente por ser a cidade onde Santo António (também conhecido como Santo António de Lisboa - cidade onde nasceu em 1195) passou parte da sua vida e faleceu em 1231. A data da sua morte, 13 de junho, é festejada pelos paduanos como a festa del Santo.





Paramos perto da Piazza of Prato della Valle, a maior praça da Europa com 90.000 metros quadrados. Está rodeada por 78 estátuas que retratam cidadãos famosos.








Seguindo na direção da Basílica de Santo Antonio de Pádua ...










Paragem para visitar a Basílica de Santo Antonio de Pádua. Esta igreja começou a ser construída entre 1234 e 1238, pouco após a morte de Santo António de Pádua. No seu interior, na Capela do Tesouro, encontram-se expostas as Relíquias de Santo Antonio ( a língua e as cordas vocais ).




A minha máquina fotografica não tira bem fotografias nos interiores, normalmente não ficam bem, principalmente em ambientes mais escuros, pelo que deixo apenas fotos do exterior. Gostei muito dos Pátios interiores.







E quase na altura de partir o Pedro ficou encantado com o "carrinho" branco ...



Próxima paragem VENEZA.


quinta-feira, 22 de maio de 2014

Um dia - Poema de Paulo Lébeis Bomfim



Um dia partirei com minhas malas,
(Espaços que carrego pela vida),
Com pássaros-gravatas e a medida
Do verde exato para tantas galas.

E quando me cansar de carregá-las,
Nelas colocarei a despedida,
A cantiga de amor mais pressentida,
O voo do silêncio e as grandes falas.

Irão cheias de sol, de bom agouro,
Com vastas solidões e meus remédios,
E bois pastando a mansidão do couro.

E quando alguém gritar na noite nua:
– Lá vai o poeta carregando tédios!
Deixai-me prosseguir de rua em lua.


Paulo Lébeis Bomfim



Divulgação do livro "Tempos Verbais"


Hoje venho ajudar o amigo Rafael Castellar das Neves a divulgar o seu Livro "Tempos Verbais".




"Tempos Verbais é um drama satírico em um ato que trata conflitos internos do nosso herói, um eu-presente derrotado e sem chão, com a personificação do seu passado e com a de seu futuro travando uma profunda e complexa discussão sobre as ações, consequências e responsabilidades de cada um deles para com a própria vida. Um roteiro integrante e angustiante, salpicado de bom humor, que levará o leitor, porque não espectador, a uma divertida, mas séria reflexão." (Rafael Castellar)

O livro é disponibilizado em formato electrónico e gratuitamente. 

Para conhecer esta e outras obras do Rafael, visite o seu blog: "Desce Mais Uma!".

Meu amigo, que o seu livro seja um sucesso.

Beijinhos
Maria

terça-feira, 20 de maio de 2014

Divagando pela Arte e beleza de ESCADAS do mundo



Escadas de Moraga em S. Francisco, EUA
Obra da ceramista Aileen Barr e a artista de mosaico Colette Crutcher uniram forças, trabalhando com mais de 300 voluntários da comunidade durante mais de dois anos até que apresentarem o projeto em agosto de 2005. Tem mais de 2.000 azulejos artesanais, 75.000 fragmentos de azulejos e um total de 163 painéis de mosaicos diferentes, criados, um para cada etapa da elevação.


Foto: www.mymodernmet.com

Foto: email recebido


Escadas em San Juan Gaztelugatxe em Bermeo, Costa de Biscaia, Espanha
Para se visitar San Juan de Gaztelugatxe, um ilhéu que se encontra ligado ao continente por uma estreita língua de terra, tem de se ir a pé tendo de se subir uma longa escadaria de cerca de 231 degraus.


Foto: www.wikimapia.com


Escadas de Selaron Rio de Janeiro, Brasil
Escadaria do Convento de Santa Teresa, também conhecida como Escadaria Selarón, uma obra do artista chileno Jorge Selarón. A escada tem 215 degraus e 125 metros e tem mais de 2 mil azulejos, provenientes de 82 países.


Foto: wikipedia_DonMatas


Escadas do Museu de Arte da Filadélfia, USA 
O Museu de Arte da Filadélfia, foi criado em 1876 e hoje é um dos maiores e mais importantes museus dos Estados Unidos. É conhecido localmente como o The Art Museum e sua coleção abriga mais de 225.000 objetos. Todos os anos, o museu apresenta 15 a 20 mostras especiais e é visitado por cerca de 800000 pessoas. Algumas das maiores e mais famosas mostras, que atraíram centenas de milhares de pessoas de todo o país e de outros lugares do mundo, incluíram as de Paul Cézanne (em 1996, atraindo 548000 pessoas) e de Salvador Dalí (em 2005, atraindo 370000 pessoas).


Foto: photovide.com


Escadas de Guatapé, Colômbia
El Peñón de Guatapé, tem uma escadaria de quase 700 degraus construída em cimento e que permite o acesso ao topo da rocha a 2100 metros acima do nível do mar.


Foto: email recebido


Rainbow Staircase, Wuppertal,  Alemanha
As Escadas Coloridas Holsteiner em Wuppertal são uma obra do artista Horst Gläsker, que para além de as pintar escreveu sobre os 112 degraus, palavras relacionadas com as relações humanas como terror, amor, acusação,confiança, desespero, esperança, vingança, beijo...


Foto: email recebido


Escadas do Poço Iniciático da Quinta da Regaleira, Sintra, Portugal
Monumental escadaria em espiral, com nove patamares que se vão descendo de quinze em quinze degraus, num percurso iniciático de descida até cerca de 27 metros nas profundezas da terra.


Foto: Pessoal


Escadas de Tianmen Shan, China
Localizada no monte Tianmen a sul da cidade de Zhangjiajie, esta incrível escada de 999 degraus, formada em 263AD como o resultado de um evento geológico maciço, tem recantos fascinantes levando a uma porta para o céu. 


Foto: wikipedia_Huangdan2060


Escadas de Schlossberg, Graz, Áustria 
Implantadas no rochedo de Schlossberg Hill e conduzindo até à Torre do Relógio, estas impressionantes escadas em zig-zag, com 260 degraus, permitem aos visitantes usufruirem de uma extraordinária vista de Graz e da área circundante.


Foto: www.interestingworld.org


Escadas de Gardens of Cosmic Speculation, Dumfries, Escócia
A escadaria é uma estrutura extraordinaria subindo de uma grande lagoa terminando num pavilhão. Embora os jardins sejam privados, abrem ao público uma vez por ano. Esta belissima escadaria chamada The Universe Cascade (a Cascata do Universo) tem 25 etapas que representam a evolução do universo ao longo de bilhões de anos. 


Foto: news.buzzbuzzhome.com


Fontes e Fotos: Wikipedia; email recebido; photovide.com; www.wikimapia.com; www.mymodernmet.com; www.interestingworld.org; news.buzzbuzzhome.com; outros net