terça-feira, 22 de agosto de 2017

MACAU - Largo do Senado e Praça Tap Seac




Nas nossas voltinhas passámos por duas praças espetaculares, o Largo do Senado e Praça Tap Seac.

O Largo do Senado é o centro urbano de Macau. Está rodeado de edifícios de estilo europeu, o seu pavimento é em calçada portuguesa e no topo da praça está uma linda fonte com uma esfera armilar ao centro. O Largo do Senado, juntamente com o Edifício do Leal Senado e a Santa Casa de Misericórdia, fazem parte do Património Mundial da Humanidade da UNESCO do Centro Histórico de Macau.




Santa Casa da Misericórdia, foi construída em 1569 por ordem do Bispo de Macau, Belchior Carneiro Leitão.





Ao fundo o edifício branco é o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), antigo Edifício do Leal Senado.





Na esquina está o Edifício dos Correios, construído em 1929 foi um projeto de autoria do arquiteto chinês Chan Kun Pui.





A Praça Tap Seac  fica na freguesia de S. Lázaro e é o maior espaço público de Macau com 13.000 m2. Foi projetada pelos arquitectos Carlos Marreiros e José Maneiras e pelo engenheiro civil Chui Sai Peng.




Ao redor da Praça ficam entre outros, os edifícios da Biblioteca Central de Macau, do Instituto Cultural e dos Arquivos Históricos de Macau.





Arquivos Históricos de Macau




Biblioteca Central de Macau




A Praça é utilizada frequentemente para eventos públicos, como feiras e exposições.




O edifício em amarelo é o Instituto Cultural






Fotos: Familia Rodrigues
Texto explicativo: Wikipedia; https://m.cityguide.gov.mo



Tudo em Vão - Poema de Alvina Nunes Tzovenos





Galopei pelos sonhos da noite e lá
enchi de ilusões trigais
todas as minhas taças
de compreensão, doação
mas depois
esfacelando-me como cristais
viu seu pó dissolver-se ao vento
sem indagações nem respostas.
Voltei só
com o peito apertado
como se volta de uma guerra
sem vitórias, sem medalhas.

Recompus-me só
como ave ferida.
Ergui meus gastos pedestais
sorvi o beijo das auroras claras
e lancei-me aos horizontes verdes
convidativo às caminhadas.

E continuei novamente
a sorrir dentro da noite.

Alvina Nunes Tzovenos
In: Palavras ao Tempo




segunda-feira, 21 de agosto de 2017

DIVAGANDO pela Praia da Rocha




Como fazemos à já alguns anos, para descansar e recarregar as nossas "baterias", rumamos até Algarve.

Hoje ficam os meus primeiros "olhares" da PRAIA da ROCHA.






 



A altura ideal para passear é logo de manhãzinha.









Um olhar pela natureza



 





Sabe tão bem contemplar o mar ...




e o céu ...




Por enquanto vou continuar ainda mais uns diazitos de descanso....




Depois virei com novos "Divagares".


domingo, 20 de agosto de 2017

FLORES em tons de lilás ...




entre LILÁS, VIOLETA e PÚRPURA






"Quando morre uma flor, nasce uma semente; quando uma semente morre, nasce uma planta. E a vida continua o seu caminho, mais forte do que a morte." (Tagore )






"Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas." ( Antoine de Saint-Exupéry )






"Se fosse possível observar claramente o milagre de uma única flor, toda a nossa vida se transformaria." ( Buda )





Fotos: Pessoais